A importância dos Relatórios Gerenciais para uma boa gestão

A importância dos Relatórios Gerenciais para uma boa gestão

Você entende a importância dos relatórios gerenciais para mensurar e monitorar resultados da sua empresa?

Os relatórios gerenciais são fundamentais para a gestão de qualquer tipo de negócio, contribuindo para sua melhoria contínua, bem como para o estabelecimento de metas. O objetivo é reunir o máximo possível de dados e informações sobre determinado setor, projeto, ação ou equipe da organização, oferecendo aos gestores um histórico de indicadores sobre a situação da empresa, e direcionando seu trabalho.

Mas, afinal, o que são relatórios gerenciais? Por que fazer e com qual frequência? Há mais de um tipo de relatório para analisar?

Quer se informar para garantir a melhor gestão do seu negócio? Confira.

O que é relatório gerencial?

Os relatórios gerenciais capturam os tipos de dados necessários aos gestores de uma empresa para administrar o negócio. Sendo assim, o relatório gerencial é a análise de dados por completo, as informações geradas no relatório ajudam os usuários finais a compreensão, garantindo assim que os resultados sejam mais precisos.

Por que fazer um relatório gerencial?

As vantagens de fazer relatórios são muitas, e sempre de acordo com o que o gestor ou a equipe pretendem analisar ou monitorar. De maneira geral, podemos citar:

  • Mensuração de resultados;
  • Monitoramento de dados;
  • Elaboração de planos empresariais estratégicos baseados nos próprios resultados da empresa;
  • Otimização dos processos;
  • Conscientização sobre a real situação do negócio, permitindo que as decisões sejam tomadas com cautela.

Qual frequência você deve fazê-los?

Tudo vai depender daquilo que se pretende analisar ou monitorar.

Veja um exemplo: se os setores de marketing e de vendas resolveram criar uma promoção para alavancar as vendas, todo o período que compreende tal promoção deve ser monitorado e posteriormente analisado por meio de relatórios para verificar se houve, de fato, um aumento na saída de produtos.

Os relatórios de fluxo de caixa e de estoque, por sua vez, devem ser feitos periodicamente, seja numa base diária, semanal ou mensal.

Exemplos de relatórios gerenciais

Há relatórios específicos para cada tipo de objetivo, os quais abordam uma gama de informações dependendo da área analisada. Vamos conferir alguns exemplos?

Financeiro

Os relatórios financeiros são os mais utilizados em uma empresa por serem imprescindíveis para um controle financeiro eficiente. Eles abrangem os números relacionados ao fluxo de caixa, aos custos e despesas, às contas a pagar e a receber, entre outros, e apontam fatores como crescimento empresarial nos últimos meses/anos e eficiência de estratégias para alavancar as vendas, por exemplo.

Satisfação

Tanto o cliente quando os colaboradores são peças-chave para o sucesso do negócio: os primeiros compram aquilo que é oferecido pela empresa e a mantêm em pé, e os segundos a ajudam a funcionar de maneira eficiente. Em razão disso, os relatórios de satisfação visam medir o quão contente os clientes estão com os produtos ou serviços adquiridos ou o quão contente estão os funcionários com políticas empresariais, cultura organizacional e benefícios recebidos.

Crescimento

Os relatórios de crescimento podem apontar o aumento no:

  • número de vendas;
  • número de clientes;
  • ticket médio;
  • patrimônio empresarial.

Controle

Os relatórios gerenciais de controle geralmente focam em questões internas da empresa, como as de controle de estoque. Nesse último âmbito, por exemplo, apresentam o custo total de estoque, os produtos que atingiram o estoque mínimo ou a quantidade de insumo desperdiçado em determinado período. Além disso, também permitem a análise das metas estipuladas para cada departamento. Dessa forma a equipe e o gestor acompanham sempre o que foi cumprido e o que não foi.

Análise

Os relatórios gerenciais de análise, por fim, utilizam os dados e informações coletadas ao longo do tempo para que se obtenha uma conclusão sobre as questões apresentadas. Dessa forma, é possível se planejar e definir as soluções para cada situação.

Por que devo investir em relatórios personalizados no meu ERP?

Como você pôde perceber, esses documentos são fundamentais para o sucesso empresarial. Sem eles, não há o controle de resultados e nem o planejamento estratégico eficiente baseado nos números reais do negócio.

Agora que você entendeu a importância dos relatórios gerenciais, considere investir em relatórios personalizados no seu ERP e comece a melhorar sua gestão.

O Sistema de Gestão ERP Argos é ideal para que você tenha esses relatórios de forma precisa e eficaz. Convidamos você a conhecer o ERP Argos.

Entre em contato conosco para que você possa conversar com um especialista que irá lhe ajudar.

Compartilhar


Bem Vinda(o) ao Grupo In4! Por favor, escolha a área que deseja conversar e teremos todo o prazer em lhe atender.
//
Fale com um consultor (AL)
Fale com nossos especialistas da região de Alagoas
//
Fale com um consultor (PE)
Fale com nossos especialistas da região de Pernambuco
Fale com um consultor