Impostos e burocracia barram “um novo Facebook” no Brasil

Impostos e burocracia barram “um novo Facebook” no Brasil

Dois problemas estruturais no Brasil barram a inovação no país, segundo Marco Gomes, fundador da empresa de tecnologia e publicidade em mídias sociais Boo-Box. O empreendedor, que abriu sua companhia com 20 anos de idade, defende que a carga tributária e a burocracia são dois problemas que impedem o empreendedorismo no Brasil.

“O novo Facebook não nasce no Brasil por conta desses dois problemas”, disse Gomes em evento promovido em São Paulo pela revista The Economist.

Sobre a carga tributária, Gomes disse que os impostos e custos para contratar funcionários são excessivamente altos no Brasil. “Cada 1% que pagamos a mais faz diferença para quem está no começo”, disse.

A Boo-Box tem funcionários na Argentina e um dos motivos, segundo Gomes, é reduzir os custos sobre mão de obra. Ele estima que no Brasil são pagos mais de 100% do salário do trabalhador em outras taxas, enquanto na Argentina, esse valor é de apenas 20%.

A carga tributária também impede as buscas pelos melhores recursos. No meio que Gomes atua, exemplifica o empreendedor, a contratação de servidores é fundamental. “Para minha empresa, o servidor de melhor qualidade está na Europa, mas preciso pagar imposto por importar um serviço que não estou, na realidade, trazendo para o Brasil. Estou apenas alugando lá fora”, diz.

Outro motivo que atrapalha a inovação no país, na opinião de Gomes, é burocracia. “Nos Estados Unidos, por exemplo, você consegue abrir uma empresa em, literalmente, 24 horas”, exemplifica.

Fonte: exame.abril.com.br/

Compartilhar